25 de abr de 2011

Pe. Antonio Carlos Ferreira , CMF



Pe. Antônio Carlos Ferreira, CMF.
Natural de Araçatuba-SP e atualmente reside em Londrina – PR, trabalhando junto a Paróquia Imaculado Coração de Maria, há um ano. É a 4ª vez que vem a Paróquia de São José do Trapiche. Convidado a celebrar conosco a festa de São José, nós da PASCOM conversamos um pouco com ele , que transmitiu uma mensagem a comunidade.
“Estamos no tempo pascal. Jesus Cristo ressuscitado traz uma mensagem pra nós, que é a mesma que ele anunciava quando estava vivo. O Reino é presente. O reino de Deus está aqui. A presença de Deus está em todas as estruturas. Nós podemos perceber e ver situações que desafiam: catástrofes, violência, tantas outras coisas. Como a que infelizmente aconteceu no Rio de Janeiro com os estudantes. Mas nós devemos continuar alimentando essa esperança, essa certeza de que Deus sabe conduzir a história, apesar de tudo. E Jesus diz que a presença do reino é como uma semente, pequenininha, que jogada a terra após anos e anos se torna uma árvore frondosa.
Embora seja um pouco grande, uma semente de jaca resulta em uma enorme árvore que dá uma fruta muito grande. Que coisa incrível! Você joga uma semente, assim como quem não quer nada, pensa que não vai dar em nada. É essa a presença de Jesus, é esse fermento na massa. Você tem que acreditar cada vez mais, você deve trazer isso no seu coração, um coração que às vezes é atingido, machucado por tantas coisas, tantas situações. Mas a fé que devemos ter é que Deus agirá nesses obstáculos.
Para cuidar do coração, precisamos da saúde, mas o que fazem os nossos dirigentes? Precisamos de educação de qualidade, paga-se imposto para isso. E onde está? Somente alguns tem privilégio de poder estudar em colégio particular. Deus ama essa terra, e nós o povo brasileiro devemos amar profundamente e construirmos algo melhor e tentar construir, não pro futuro, mas pra agora, estamos vivendo agora. E criança é presente, o que você semear aqui agora vai ser lá no futuro. Assim como se eu semear aqui na terra agora, vou ter a planta depois, se eu semear aqui agora vou ter cidadãos bons, pessoas cristãs verdadeiras e batizados que vivem o batismo. Se você perguntar na rua a qualquer um que passar: você é batizado cristão? A maioria vai responder que sim. Mas então porque um passa por cima do outro? Atropela com uma indiferença total?
De verdade, que a vida seja muito boa para todos. Eu desejo que Deus os abençoe e que tenham vida em abundância e vida com qualidade pra todos nós. Saúde, educação... Que as pessoas tenham condições não de ganhar um litro de leite, mas de comprar quantos litros de leite forem necessários para sentirem-se saciados. Não uma cesta básica, mas ganhem o alimento suficiente. Por exemplo, que tenham dentes para poder sorrir. Tratamento dentário. Não excesso. O básico. O suficiente. E para isso Jesus toma como modelo do Reino as crianças. Porque a Criança tem duas coisas básicas: a criança vive com o suficiente. Enchendo a barriguinha, ela está feliz. E a criança confia. O pai e a mãe tão ali, e ela sabe que eles estão ali, e que se ela se jogar eles vão dar um jeito de segurá-la. Precisamos ser mais como as crianças! E ter essa confiança em Deus e ter certeza que as mãos d’Ele me amparam. E que assim seja!”

2 Comentários:

Ao comentar, lembre-se do ambiente em que estamos. Mantenha sempre o respeito. Sua postagem está sujeita a moderação do administrador. Obrigado.