15 de out de 2013

Missa dos Idosos


                      Juntamente com a Pastoral da Pessoa Idosa, a Paróquia de São José do Trapiche, celebrou na manhã do último domingo (06): a Missa do Idoso, em celebração ao seu dia (Comemorado em todo o Brasil em 1º de Outubro).
                       A liturgia deste 27º domingo do tempo comum apresenta – nos mais uma vez a Fé como elemento fundamental a aqueles que desejam seguir os ensinamentos e consequentemente trilhar os caminhos de Deus. Lembra – nos também que a partir da fé é possível fazer e transformar a sociedade, assim tal como o mundo, com justiça.
                        Houve uma prece especial devido à ocasião, pedindo ao Senhor que abençoe os Idosos e que eles através de sua experiência consiga nos ensinar a caminhar a cada dia mais firmes na trajetória da vida.

                         Logo após a missa, ocorreu um café regional gratuito promovido pela Pastoral da Pessoa Idosa para todos os fiéis em comemoração ao dia do Idoso. 

Missa da Graça de São José – Mês de Setembro

                    Com os corações cheios de fé e esperança, os fiéis marcaram presença mais uma vez em nossa Matriz na noite da última quinta-feira (19), para juntos celebrar a Missa da Graça de São José.
                     A fé em nossos corações agrada a Deus, e com isso o seu move – se radiante de alegria. No Evangelho, vemos que a fé da pecadora foi algo que a fez se deixar os planos mundanos e mudar rumo ao caminho do Pai. E somos convidados a nos entregar e clamar pela libertação dos pecados, mesmo sem dizer uma palavra, com sua misericórdia o Senhor nos ouvirá.
                      O Pai Misericordioso, sabe que o pecado vai consumido silenciosamente e a sutileza do inimigo aos poucos nos afasta da presença santa de nosso Senhor.
                       A liturgia em si vem relembrar que precisamos ser canais e levar ao próximo à graça que Deus nos proporciona. Lembra – nos também que devemos ter cuidado para não sermos como os Fariseus que carrega consigo a fé, porém julga os irmãos próximos.
                       Portanto, somos chamados a viver com Deus e não devemos esquecer esta dádiva, pois assim estaremos mais perto do bem mais precioso que o Senhor presenteou ao homem: O Seu Amor.